terça-feira, abril 12, 2011

Até quando?



E a minha boca (até quando?)
Ao separar-se da tua
Vai repetindo e lembrando
"- Sei de um rio…
Sei de um rio…"

Sei de um rio…
Ai!
Até quando?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Perfume

Quando encontro ou passo por alguém que usa o teu perfume, viajo instantaneamente e de forma involuntária, para um mundo paralelo, onde a t...