sexta-feira, agosto 29, 2014

Uf!!! Férias!


Este ano não tem sido fácil para mim, mas como diz a canção, "a gente vai levando!", e por isso, depois de muito esperar, lá vou finalmente de férias. 

Não vou para muito longe (gastei o dinheiro das férias quando a polícia me apanhou a conduzir no final de uma noite de copos. ups!) e por isso obriguei-me a ser mais contido. Mesmo assim vou para a praia que queria, embora não para o alojamento desejado. O bengalow no sítio fantástico que tinha planeado estava mais que esgotado, e assim sendo aluguei um quartinho numa residencial a uma dúzia de quilómetros da praia, mas muito em conta. :) 

Parto com o desejo de descansar e relaxar e de voltar de tal forma descontraído, que possa voltar a ser o waterfall que já fui. Um homem de pensamentos inquietos, de muitas dúvidas de tanto observar e curioso, de tal forma que sente uma necessidade quase incontrolável de escrever para organizar ideias e encontra respostas. 

Até já! :) 

quinta-feira, agosto 21, 2014

Quem lê o meu olhar?

"A minha discrição é um labirinto
Não dou a solução pra quem chegar
Quem lê no meu olhar tudo que sinto
Vai saber decifrar"

 

 Quem me decifra?

segunda-feira, agosto 18, 2014

D'Adèle


La Vie d'Adèle / A Vida de Adéle

Duas histórias de amor. A da Adèle e a minha por ela. :)

quarta-feira, agosto 13, 2014

E voltei...

Foto roubada na net (não estava assinada)

... na quinta e na sexta-feira, no sábado e no domingo. 
Comecei esta semana completamente esgotado, mas quem quer saber? Eu não! :)

Foi das experiências mais surpreendentes dos últimos tempos. 
O espaço, a cor, as pessoas, a paz, os cheiros, o contacto intenso com a natureza, o convívio com gente dos lugares mais surpreendentes e possíveis de imaginar, a alegria, a descontracção, a cultura, os pormenores, enfim... Não é possível descrever as sensações que vivi e as emoções que senti. Se querem saber mais, daqui a dois anos podem vir viver toda esta experiência. 

terça-feira, agosto 05, 2014

Festivais de Verão

Nesta maluqueira quase infernal dos festivais de Verão que assolam o País, a mim calha-me o Boom. Vou por curiosidade e porque me deram um convite. Não sei se aquilo é bem a minha "onda", mas como sou curioso e gosto de conhecer coisas diferentes, lá vou eu hoje. Vou ao fim da tarde e fico para a noite. Se gostar volto nos outros dias.
Depois conto. :)

]...[

A forma descontraída como partilhas comigo a tua intimidade é excitantemente desconcertante.