quinta-feira, outubro 25, 2007

Caprichos


Numa rara noite de folga conjugal, assumo finalmente o controlo dos comandos à distância e consigo, tão incoerentemente, ler a Relíquia de Eça de Queirós e ver e ouvir um DVD dos U2 (Go Home – Live from Slane Castle – Ireland). Um DVD que inclui a mais maravilhosa e emocionante (até põe os cabelitos em pé :-)) passagem entre músicas. “All I want is you” e “Where the streets have no name”. Indescritível.





Pena que o yotube não tenha ido um pouco mais atrás na música "All I want is You" para captar toda a magia da passagem de que falo, mas de qualquer forma grande parte dela está lá.

quarta-feira, outubro 24, 2007

E já agora...

Sou homem, e homem que é homem, não gosta de músicas lamechas, muito menos italianas. Porém como este vídeo se passa em Barcelona e pelo meio se fala de futebol, ;-) abro uma excepção. Sei que dentro do género é do melhor que se pode fazer. Dedico o vídeo (e a música) a quem se sentir tocado pela música (ou pelo vídeo, como queiram).

Zero Assoluto
Appena Prima di Partire


Estou apaixonado

Pois é…
mais uma vez.

Depois da Shakira, da Wanessa Camargo e da Shakira outra vez, perco-me agora de amores por esta Cabo-verdiana de 20 aninhos. Chama-se Mayra Andrade. Conheci-a no Piolho da Solum, Vi o video e não descansei enquanto não comprei o CD. 5 estrelas. Do principio ao fim, em crioulo ou em francês este disco está cheio de tudo de bom do que andámos a fazer por esse mundo fora.

Mayra Andrade
Comme s' il en pleuvait


sexta-feira, outubro 19, 2007

Já está

Ontem fui à minha primeira aula de clarinete. Depois de um ano conformado na viola do conservatório, mudei de escola, atrás do meu instrumento de eleição.

Soprei que me fartei, perdi o fôlego e quase desmaiava de tanto inspirar e expirar. Foi um sucesso porque não tinha a certeza de que pudesse alguma vez fazer aquele pífaro tocar, mas tocou. Fiz os exercícios, tudo direitinho e quando apanhava o professor pelas costas tocava em todos os botões (que são imensos), de cima a baixo e de baixo a cima, em magníficos improvisos. Foi muito divertido.

Vou esperar uns tempos, até ter a certeza de que é o que quero, para depois comprar (ou não) o clarinete, até porque, não achei grande piada a partilhar a boquilha com o professor, mesmo tendo ele o cuidado de a limpar com as mãos, mas não posso demorar muito porque os trabalhos de casa são essenciais à aprendizagem.

quinta-feira, outubro 18, 2007

8000. Tantas?!

É costume ver por esses blogs fora, algumas referências comemorativas, umas mais entusiastas, outras menos, ao número de visitas registadas nos contadores de entradas. O meu já leva mais de 8000 mil entradas, mas isso a mim não me traz grande entusiasmo. Tendo este blog apenas 1 ano e meio, saber que já o visitei umas 7500 vezes, pode até ser, um pouco depressivo. É só fazer as contas.

Para começar

quarta-feira, outubro 17, 2007

Não tarda as mulheres mandam nisto tudo

Se não tivesse já deixado de ser cliente do banco Millennium era agora que ia lá acabar com a conta.

Já viram bem o último anúncio deste banco? Completamente dirigido ao público feminino, despreza totalmente o homem, trasformando-o até num ser infantil e irresponsável. A única vez que põem um homem a falar é para dizer que o casal que ganhou umas massas no concurso deve gastar o dinheiro numa moto!!! De seguida, duas mulheres da plateia incitam o mesmo casal a poupar o dinheiro nas contas especiais da porcaria do banco. Para completar a mulher do casal faz uma descrição pormenorizada das vantagens da conta de poupança do banco, enquanto que o seu companheiro (o homem) está lá com ar de parvo a rir-se. Não abre a boca.

Tudo bem, a mulher perceber de bancos e de contas e juros não me preocupa nada, mas agora o homem com cara de idiota que não diz uma nem duas não é comigo. É por isso que sou cliente da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo um banco como os antigos. Para homens de barba rija. Que mandam lá em casa. :-)

sexta-feira, outubro 12, 2007

Recordações

Quando me casei resolvi, deitar fora todas as recordações da adolescência. Foi tudo para o lixo. Tinha o hábito de guardar tudo. A maior parte das coisas não passavam de lixo, mas no meio estavam as cartas (que na altura ainda se recebiam) e as fotos das ex’s.

Foi tudo para o lixo! Não fiquei com nada.

Assumi a minha vida nova, de uma forma tão arrogante, que fui capaz de desprezar todas as ligações materiais ao passado.

Sempre que me lembro arrependo-me, mas por outro lado também acho que não é muito saudável ficar agarrado essas coisas. Reviver o passado nem sempre me deixa muito animado.
Onde é que se meteu a porcaria do Outono???

terça-feira, outubro 09, 2007

Tudo passa

Hoje apetece-me ouvir samba. Acho que é um bom sinal.

Get this widget Track details eSnips Social DNA

Vai passar
Francis Hime - Chico Buarque
1984


Vai passar
Nessa avenida um samba popular
Cada paralelepípedo
Da velha cidade
Essa noite vai
Se arrepiar
Ao lembrar
Que aqui passaram sambas imortais
Que aqui sangraram pelos nossos pés
Que aqui sambaram nossos ancestrais

Num tempo
Página infeliz da nossa história
Passagem desbotada na memória
Das nossas novas gerações
Dormia
A nossa pátria mãe tão distraída
Sem perceber que era subtraída
Em tenebrosas transações

Seus filhos
Erravam cegos pelo continente
Levavam pedras feito penitentes
Erguendo estranhas catedrais
E um dia, afinal
Tinham direito a uma legria fugaz
Uma ofegante epidemia
Que se chamava carnaval
O carnaval, o carnaval(Vai passar)
Palmas pra ala dos barões famintos
O bloco dos napoleões retintos
E os pigmeus do bulevar
Meu Deus, vem olhar
Vem ver de perto uma cidade a cantar
A evolução da liberdade
Até o dia clarear

Ai, que vida boa, olerê
Ai, que vida boa, olará
O estandarte do sanatório geral vai passar
Ai, que vida boa, olerê
Ai, que vida boa, olará
O estandarte do sanatório geral
Vai passar

Finalmente, um auto-retrato de corpo inteiro, do autor deste blog


Não reparem no(a) infiltrado(a) da esquerda, que não sei como nem porquê, decidiu ofuscar a minha silhueta. Não faço ideia de quem seja.

Serralves


Fui à Fundação de Serralves, vi tudo direitinho, mas claro, sou um campónio. Gostei das árvores e dos bichos.

segunda-feira, outubro 08, 2007

Desconfio...

...que as mulheres escolhem os homens, não pelo que eles são, mas pelo potencial que elas acham que eles têm, para serem aquilo, que elas gostavam que eles fossem.
Estarei enganado?

O Mundo anda a ficar um lugar muito chato! :(

Daqui E daqui