terça-feira, agosto 13, 2013

Canção do Engate



Nunca gostei muito do António Variações. Não por qualquer tipo de discriminação, mas apenas por não gostar muito das músicas. E já tantas versões se fizeram de muitas das suas canções e nenhuma despertou a atenção, até esta do Tiago Bettencourt da "Canção do Engate".
Nesta versão muito bem produzida e orquestrada, consigo sentir a música e o que ela diz. A sensualidade "da aventura dos sentidos", a solidão de sermos sós, e a partilha dessa solidão. A "esperança" e de novo a sensualidade do "momento em que te dou e que te dás". 
Entro em modo desligado do mundo de cada vez que ouço esta música. por isso a partilha. :)

O Mundo anda a ficar um lugar muito chato! :(

Daqui E daqui