segunda-feira, maio 20, 2013

A complexidade de uma pessoa simples


Talvez na verdade, nunca tenha amado. Talvez por isso nunca tenha sido aquilo, que as pessoas que me amam esperam que eu seja. Talvez o meu destino seja viver comigo mesmo.

7 comentários:

  1. É comum criar expectativa, principalmente referente a reciprocidade, em qualquer relacionamento. Ao que me parece, você não consegue esbanjar reciprocidade quando cobrado. É o que me parece quando te leio.

    E acho, definitivamente, que você procura as mulheres erradas e do jeito errado.

    Não tô te julgando. Tá bom. Eu tô. Mas não leve tão a sério. Estou aqui, você aí e nunca cruzamos o caminho um do outro. Vou escrevendo baseada em achismos e também porque não resisti ao post.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bom quando quem lê, não resiste a comentar. :)
      E se escrevo num blogue é porque estou disposto a ser julgado. :)

      Eliminar
  2. Ou talvez seu destino seja descobrir como amar do jeito que esperam que você ame! Não que viver consigo mesmo seja ruim, mas...
    Creio que merecemos algo melhor que nossa própria companhia.

    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Creio que merecemos algo melhor que nossa própria companhia".

      Acredito também Maíra!

      E, Waterfall, quando falo "procurando as mulheres erradas do jeito errado" quero dizer que procuras (ou és encontrado) por mulheres que parecem não ter a mesma visão que tu tens de um relacionamento...

      Espero que eu tenha me feito compreender.
      Achei meu cometário ríspido e invasivo, mas sou orgulhosa demais para apagar. HEHEHE

      Eliminar
    2. Sim Maíra, claro que merecemos. Mas enquanto não encontramos a pessoa certa, convém conviver bem com a nossa própria companhia.:)

      Eliminar
    3. Marcela, eu nunca apaguei nenhum post e não quero que ninguém apague comentários. Até porque acertaste em cheio. Até hoje tenho sido "encontrado" e talvez por isso, não tenha sido capaz de amar como devia. Quem sabe?

      Eliminar

Who are you?

Ontem, depois de te ver na esplanada ao jantar, todas as minhas certezas "implodiram". A tua feminilidade, a tua beleza, a tua se...