sexta-feira, junho 05, 2009

Um dia de cada vez

Este blogue fez anos e eu nem dei conta. Por isso paro tudo agora. Vou dar uma vista de olhos pelo que escrevi desde o início, para retomar o meu rumo. Passei estes últimos meses por uma experiência de vida meio sonho, meio pesadelo, meio fantasia, meio realedade e agora acordo. Não acordo porque quero mas acordo porque mesmo os sonhos não resistem à física da distância, principalmente se o sonho é essencialmente físico. Hoje sei que sou uma pessoa diferente. Cresci mais um bocadinho, aprendi outro tanto e a vida tem menos segredos. Tem mais verdades umas boas, outras que assustam, mas é inevitável. Quem vai à procura de respostas, quem anseia por saber, por crescer nem sempre encontra mais felicidade, mais paz. Apenas realidades.

Mas sinto-me agora mais aliviado, pronto para retomar a vida que trazia em suspenso. Quem sabe, agora que vem o verão, eu possa pegar no que aprendi e jogar o que aprendi a meu favor. Quem sabe eu me liberte e fale. Quem sabe eu me torne uma pessoa melhor. E se não me tornar melhor, como sou já não é mau. Um dia de cada vez.

3 comentários:

  1. Parabéns, Waterfall!

    Não me lembro muito bem desde quando é que comento aqui mas é capaz de haver já tempo... :)

    Dou-te razão na parte em que escreves: 'Quem vai à procura de respostas, quem anseia por saber, por crescer nem sempre encontra mais felicidade, mais paz. Apenas realidades.'

    Na realidade a vida não é feita de verdades. Na realidade... a 'tal' palavra...

    Era bom que não deixasses de escrever porque gosto de aqui vir ler-te. (digo isto porque este post tem um certo quê de despedida)
    O que escreves representa o que a maioria dos homens pensa, certamente já reparaste que as pessoas que aqui vêm são mulheres. Tu despertas a curiosidade feminina porque revelas os teus sentimentos mais profundos, revelas o que a maioria das pessoas (homens) escondem. E as mulheres adoram saber...
    Mas não venho cá só por causa disso, não. Sem te conhecer tenho-te amizade. Acho-te um homem sensível, sincero, tímido e creio que deves ser muito simpático. É o que a tua escrita me transmite da tua pessoa.

    bjs

    ;)

    ResponderEliminar
  2. Não Gigi, não é uma despedida. Antes pelo contrário. Espero que possa ser um recomeço. Este blogue faz me falta e vocês que aqui vêm também porque fazem parte dele. Obrigado por isso. Beijos

    ResponderEliminar
  3. Parabéns pelo aniversário.

    Depois estava a pensar em escrever mais alguma coisa, mas fiquei completamente esmagada pelo comentário da Gigi (de quem sou fã porque gosto muito de como escreve) e contente pela resposta em cima quanto ao recomeço, pelo que resolvi optar por reduzir-me à minha real insignificância e não escrever mais nada

    ResponderEliminar

Encontros fortuitos

"Eu vi, Quando você me viu,  Seus olhos pousaram nos meus, Num arrepio sutil" Cupido Maria Rita Compositor: Claudio Lins ...