quarta-feira, janeiro 20, 2010

Não sou um indivíduo muito popular. Nunca fui.

Já houve alturas em que fiz de tudo para o ser, já houve outras que me marimbei para isso, umas vezes conscientemente, outras não. Enfim…

Hoje penso que só está comigo quem quer mesmo estar. Não corro atrás de ninguém, mas também não tenho a sorte de ter muita gente comigo. A minha vida é uma vida solitária e embora seja a forma como me sinto mais confortável, não é a forma como mais gostaria de viver. Tentei fazer a aproximação entre o meu conforto e a minha vontade através do casamento, mas não resultou.

1 comentário:

  1. Qdo Deus fecha uma porta, abre uma janela. Pelo menos a do teu sossego e conforto, sentindo-te bem contigo mesmo. É duro. Mas compensa.
    Boa sorte. E força, vais precisar.

    ResponderEliminar

Who are you?

Ontem, depois de te ver na esplanada ao jantar, todas as minhas certezas "implodiram". A tua feminilidade, a tua beleza, a tua se...