terça-feira, agosto 02, 2011

Saravá!




Um fim-de-semana tórrido, uma Feira de uma vila do interior e eu, plantado num expositor institucional, sem grande coisa para fazer senão marcar presença e olhar para quem passa.

Aproveitei então para ir apreciando uma das mais perfeitas e belas obras de arte da natureza. Nada mais tem o poder de me deixar naquele estado, meio zen, com os meus pensamentos afastados de tudo e de todos, do que a beleza de uma mulher. E foi quando vi esta moça da foto que atingi o nirvana contemplativo dessa noite. Mesmo assim fui capaz de ter o discernimento (ou não), de tentar, completamente absorto dos riscos que poderia correr, agarrar a aura do momento. Mas a coisa correu bem, e com a maior descrição, dignidade e anonimato, consegui captar aquilo que via e sentia.

Algumas mulheres, pelo que são, pela forma como se adornam e pela maneira como mostram aquilo que de mais bonito e mágico têm, merecem todo o meu respeito e homenagem. Às vezes esqueço-me, mas este blogue é quase todo dedicado a elas.

Como dizia o grande poeta Vinícius, Saravá!

“Saravá, assim como axé, selam conversas e têm conotação positiva.
Saravá também pode significar "salve" ou "viva", por influência africana no idioma português do Brasil. É usada nesse sentido específico pelo poeta e compositor brasileiro Vinícius de Moraes.”
Fonte: Wikipédia.

1 comentário:

O Mundo anda a ficar um lugar muito chato! :(

Daqui E daqui