quarta-feira, setembro 07, 2011

Voltei lá

Isso mesmo. Mais de vinte anos depois voltei à praia onde, em plena adolescência, passei dos momentos mais felizes da minha vida.

Este “regresso ao passado” começou no facebook, com muita gente a aderir, mas em cima da hora, éramos pouquinhos para o almoço. Eu nem sabia bem quantos seriam, mas fui na mesma. E não me arrependo.

Naqueles quatro anos em que passei por lá as minhas férias de Agosto, vivi um registo, impressionante para mim, de troca de beijos de verão e de “amassos”, com quatro miúdas diferentes. Das 5 que foram ao almoço, 2 delas estavam lá. Eu, curiosamente, era o único homem. Almoçámos e passámos a tarde inteirinha na esplanada da praia a conversar, a reviver os momentos antigos, a contar os momentos da vida que nos tinham levado até ali e a fazer vagos planos para o futuro.

Gostei, de estar com elas, de saber delas e dos outros (porque cada um de nós sabe sempre alguma coisa de um outro), mas gostei também de conviver com aquela gente. Gente tão diferente desta gente aqui do interior, gente com uma mentalidade moderna e descomplexada, a que toda a vida eu estive habituado e que à custa de mais de 20 anos por estes lados, quase me esqueci que existiam. Por isso ri, ri muito e falei, falei muito e descontraidamente, e isso foi, para mim como lavar a alma. Vim de lá leve e feliz.

Da melancolia do dia seguinte, falo depois.

2 comentários:

  1. São momentos muito bons esses. Mas me sinto curiosa p/ saber da melancolia do dia seguinte... Um bj

    ResponderEliminar
  2. A melancolia do dia seguinte está no facto de voltarmos ao nosso mundo, à nossa realidade. De ficarmos perdidos nos pensamentos dos "ses". Se eu tivesse ido por aqui, ou por ali, com a aquela ou com a outra, enfim...

    ResponderEliminar

Encontros fortuitos

"Eu vi, Quando você me viu,  Seus olhos pousaram nos meus, Num arrepio sutil" Cupido Maria Rita Compositor: Claudio Lins ...