terça-feira, janeiro 22, 2013

Do alto da minha nuvem

Quando me separei, fiz-lo sem medos. Corri o risco e não me importei de ficar sozinho. Confesso que a ideia de passar uns tempos descomprometido me estava a agradar. E se assim tivesse que ficar para o resto da vida não me importaria. Acreditei nessa altura (e continuo a acreditar) que a amizade pode valer tanto ou até mais que uma relação amorosa. E a liberdade, que quer se queira quer não, só existe verdadeiramente quando estamos completamente descomprometidos, ajuda também a compensar os momentos de solidão.

No entanto, a vida nem sempre nos entrega aquilo que esperamos e a mim, entregou-me quase de bandeja, uma nova relação. Como? Bem, o mundo está cheio de cupidos e juntar dois "just-divorced" parece ser sempre uma boa ideia. E foi. Nestes casos há sempre muita coisa em comum e a ligação parece lógica. E no inicio é. O problema é que o inicio não dura sempre, e depois do inicio é preciso acertar "agulhas". Isto, se quisermos que a relação dure e se estivermos convencidos que as coisas boas são suficientemente boas para superar as menos boas ou mesmo, as más.

E eis-me então, depois de tantos anos enfiado numa relação passiva, em muitos momentos entediante,numa outra, completamente diferente. Uma relação que me dá muita luta e desafios constantes. A todos os níveis. Mas não me peçam já balanços. Ainda é muito cedo. 

De resto, eu (waterfall) continuo por cá. Talvez um bocado atordoado com o que tem sido este primeiro ano, mas continuo quase igual. Continuo a não poder ver um "rabo-de-saia" (só ver) :), continuo a desejar muitas mulheres e portanto achar que seria capaz de amá-las mesmo em simultâneo, e continuo fascinado pelo mundo, pela natureza e pelas pessoas. Continuo a gostar de observar tudo, e volta e meia continuo a construir sonhos na minha cabeça. Eu sei que esses sonhos não têm passado aqui para o blogue, mas tem-me faltado inspiração. Ou então, ainda não reparei e tenho sonhado menos... Vou tentar perceber. :)

3 comentários:

  1. Boa sorte na nova relação!
    (gosto de liberdade, mas gosto mais de estar numa boa relação, com espaço para liberdade)

    ResponderEliminar
  2. Hum... que bom.
    Um pouco de paixão e (novo) amor é sempre bom.

    Um beijo

    P.s.: um dia ouvi uma frase assim, não se concordas, mas achei muito verdadeira ~> "Quanta mais liberdade, menos segurança. Quanto mais segurança, menos liberdade".

    ResponderEliminar
  3. Nice blοg here! Also уοur wеbsite rather a lot up fast!
    Whаt web hoѕt aгe you the use of?
    Can Ι am gettіng yοur assοciatе link to your host?
    ӏ want my site loаdeԁ up as quickly as
    yours lol
    my webpage - redneckhangout.com

    ResponderEliminar

A minha laranja

Imaginemos que eu sou como uma laranja, constituído por gomos muito juntinhos dentro de uma casca. Cada um dos gomos representa um estado...