quinta-feira, março 13, 2014

"Modelo plus size anuncia lingerie sem preconceito"








Dei de caras hoje com esta notícia no Sapo e não entendi por que razão a moça ou alguém, haveria de ter preconceitos. Eu gosto assim. Muito mais bonita do que aquelas que, para ficarem com as medidas ditas certas no corpo, andam com a cara como se vivessem no Burkina Faso. Completamente "chupadinhas". Eu nem sabia que se chamavam "plus size", mas estas, fazem muito mais o meu género.  
E como sempre digo, muito mais importante que o corpo em si, é a forma como a mulher gosta de si própria e consegue colocar nele (corpo) a sua sensualidade, a forma com o entrega o espírito ao corpo. 

5 comentários:

  1. Burkina Faso?? O q é?

    Escreveu bonito moço, já passou da hora de nós perdermos essa neura de peso e ficarmos mais felizes com nosso corpro!

    Um beijo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Burkina faso é um País muito pobre em África onde há grandes crises de fome. :(

      Eliminar
  2. Concordo! Escreveu bonito mesmo. Aqui no Brasil, não sei noutros lugares do mundo, está uma febre de "culto ao corpo perfeito" que muita vezes me pego depressiva (não muito!) por estar completamente fora dos padrões. Ainda não me encaixo no plus size, eu acho, rsrs. Mas também não sou magrinha. Nunca fui. E provavelmente nunca serei por muitos fatores. É por isso que o texto está bonito, porque a maior parte das mulheres de verdade pode se enxergar e perceber que ser gostosa está muito mais ligado a atitude que a falta de curvas. Beijo.

    ResponderEliminar

Who are you?

Ontem, depois de te ver na esplanada ao jantar, todas as minhas certezas "implodiram". A tua feminilidade, a tua beleza, a tua se...