quarta-feira, dezembro 05, 2007

Dona Flor e Seus Dois Maridos

Este não vi, mas gostava...
O livro, sim, li. Fiquei fã do Vadinho. A irracional atracção pela loucura.
Feliz ou infelizmente, acho que estou mais próximo, do segundo marido, o amigo farmacêutico . Mas não pensem que é tal e qual. Eu toco clarinete e o senhor Teodoro Madureira toca fagote. :-)

1 comentário:

  1. Também não vi o filme, mas adorei o livro. Talvez seja o meu preferido dos que li do Jorge Amado (e gostei mais do farmacêutico :).

    ResponderEliminar

Voltei a casa

E acho que desta vez é definitivo. Não andava feliz e não estava a conseguir fazê-la feliz. Não me adaptei à vida na nova cidade, às viagens...