segunda-feira, dezembro 21, 2009

Filmes

Não perco muito tempo com filmes e séries de televisão. Não porque não goste, mas porque a quinta, me tira quase todo o tempo que tenho para não fazer nada, fazendo tudo e mais alguma coisa. No pouco tempo que me sobra no sofá lá de casa, preencho com futebol e com livros.

No entanto vou vendo os filmes essenciais ou pelo menos aqueles que para mim parecem ser. Isto para dizer, e a propósito do grande último filme de massas, o Avatar, que não entro muito na linha da ficção científica e do fantástico. Muito menos agora que estes filmes são mais desenhos animados que outra coisa qualquer. Mas gostos são gostos e cada um gosta do que gosta. Não discuto gostos.

Para mim um bom filme ou um bom livro têm de retratar a vida, a sociedade, nós próprios. Pouco importa se retratam vidas reais, momentos da História, verdades, ficção ou verdades ficcionadas . Importante para mim, é ser capaz de me identificar com pelo menos uma das personagens. É ser capaz de encontrar pessoas que conheço nas outras, que não se identificam comigo. É ser capaz até, de me apaixonar por elas. Pessoas reais, com vidas reais, às vezes com vidas tão banais como as nossas. Só isso me deixa a pensar. Se um filme ou um livro não me deixar a pensar então significa que não tinha conteúdo, que não tinha vida própria.

E no meio de tanto filme bom…



3 comentários:

  1. Eu, pelo contrário, prefiro filmes que tenham pouco ou nada a ver com a vida "real".

    ResponderEliminar
  2. Olá Waterfall!

    Também penso assim,como tu, mas, às vezes, viver a vida com tanta intensidade desarranja-me as emoções...

    Este filme...verdadeiramente belo...esta cena...sublime...

    ResponderEliminar
  3. Também odeio filmes sem conteúdo, acho perda de tempo total, por isso parei de assistir filmes de terror!!!


    Bjos, ótima sugestão!

    ResponderEliminar

Who are you?

Ontem, depois de te ver na esplanada ao jantar, todas as minhas certezas "implodiram". A tua feminilidade, a tua beleza, a tua se...