quinta-feira, março 17, 2011

Ainda no domínio dos Deuses

Neste caso, no domínio da Deusa Afrodite, no British Museum.


Há sempre, pelo menos, duas perspectivas para analisar uma obra de arte e raramente a observamos, assim, desta forma, como mostra a segunda foto. Por pudor, talvez. Mas para o artista a obra é um todo e a arte está em todas as suas perspectivas. Eu gosto de ver estas obras como um todo. Por isso a fotografei assim, sem pudor. :)

1 comentário:

Who are you?

Ontem, depois de te ver na esplanada ao jantar, todas as minhas certezas "implodiram". A tua feminilidade, a tua beleza, a tua se...