quarta-feira, novembro 16, 2011

Onde eu me fui meter!!!!

Como se explica à nossa mulher, que fomos convidados para ir passar um fim-de-semana a casa de umas amigas, que ela não conhece de lado nenhum e de quem ela, à partida, já não gosta muito e desconfia das suas intenções. Como explicar, que mais uma vez, o facto de eu ser o único homem é pura coincidência? Como explicar que já disse que sim que ia? Digam lá, sou um homem com coragem não sou?

15 comentários:

  1. Homem de MUITA coragem! Tem certeza que vale a pena criar (mais) problema por causa das 'amigas'?

    Outra dúvida: será que as 'amigas' chamaram apenas por educação? Ou com más intenções mesmo?

    De qualquer forma,
    acho-te muito corajoso.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  2. Coloco as mesmas questões que a Marcela! Inverte a situação...seria mesmo do teu agrado?
    Corajoso és sim mas...vale a pena? :/

    ResponderEliminar
  3. Minha queda de agua favorita...acho que elas querem agua para apagar as fogueiras...

    ...e tu queres tornar inutil o balanço que iniciaste de 15 anos de relaçao...so pode...lol

    Beijoca

    ResponderEliminar
  4. Têm todas razão, de qualquer forma contei o caso e perguntei-lhe se queria ir. Ela recusou e mesmo assim ainda tive que ouvir umas das boas! :))
    No fim chegámos a um acordo. Não dormiríamos lá, mas faríamos uma visita. Porque sejam quais forem as intenções delas (boas ou más) eu sei quais são as minhas e gostava que todas se conhecessem e fossem amigas, porque gosto de todas e não achio que tenha que eliminar ninguém.
    Certo?

    ResponderEliminar
  5. so tu melhor q ninguem poderas avaliar a situaçao..:)

    beijo e faz o que achas bem

    ResponderEliminar
  6. Não creio que a situação seja de eliminar alguém mas sim de respeitar a posição da tua mulher. Continuo a dizer que o mais fácil para o bom entendimento da historia será inverter os papeis. Como tu te sentirias se fosse ela a propor uma saida ou dormida so com amigos homens. Confortavel?

    ResponderEliminar
  7. Não claro que não. Foi isso mesmo que ela me fez ver quando lhe toquei no assunto.
    Mas a história tem outros antecedentes que também me dão um pouquinho de razão na forma como abordei a situação.

    ResponderEliminar
  8. Nós, mulheres, temos a tendência de assimilar sentimentos que as outras mulheres teriam na situação que nos é mostrada.
    E isso ficou muito claro nos comentários!! Hehe!

    Acho que você tomou uma decisão acertada de quem sabe com quem está lidando.

    Agora volte e nos conte como foi... ein?! Um beijo

    ResponderEliminar
  9. Sou péssima pra estas coisas...
    Esta semana convidei pros meus anos um amigo e ele telefonou-me a perguntar se a namorada nao estava incluída. Oh pa, e não estava. E passou a estar. E eu telefonei-lhe no dia seguinte a pedir desculpas pq o facto é que eu não estou habituada a estar em casal, ou seja, se fosse ao contrario, eu gostava de levar o meu namorado/marido, até pq assim conhecia as pessoas. Mas o certo é q eu nao sou amiga da namorada dele, vi-a duas vezes e eu só queria cá em casa os MAIS próximos. Fosse como fosse, não agi bem, pq nao dei uma hipotese à miúda. Assim como as tuas amigas não estão a dar uma hipótese à tua mulher e vice-versa. Agora, vamos lá a ser claros: nem tanto ao mar nem tanto à terra, nem tu podes agir como se fosses solteiro porque efectivamente NÃO és, nem tens que viver a vida da tua mulher que tem que te dar espaço pra fazer outras coisas e que se não quer participar, então tb nao impede.
    Agora, uma coisa é dizeres que vais passar lá uma tarde, a outra é q vais lá um fds ou uma noite...
    e acho sinceramente que deverias ir lá onde é sozinho, mas voltares com v na ponta no mesmo dia. Levar alguem connosco que nao está interessada em abrir os seus horizontes é uma estucha monumental. Aliás, essa é uma das razões pq estou solteira, detesto andar com malas sem alça.
    Juízo!

    ResponderEliminar
  10. Adorei o comentário da Andorinha! Acho que está muito bom mesmo.

    ResponderEliminar
  11. Olha fiquei fã da andorinha...disse tudo com os pontos e virgulas correctos ;).

    ResponderEliminar
  12. Eu já sou fã há bué! :))

    Pois é, mas as moças estavam mesmo na boa fé e queriam mesmo conhecê-la. E eu fui levado por essa boa fé e não vi mais lado nenhum do problema. Pronto! Infelizmente, eu se calhar, já dei motivos para a minha mulher achar que não é boa ideia ir sozinho. Portanto se eu for ela vai atrás e sei que vai fazer tudo para ser simpática e parecer bem disposta. Mas eu confesso que estaria mais à vontade sozinho. Porquê? Porque temos um passado comum onde a minha mulher não esteve e que não entende, até porque são pessoas com uma mentalidade totalmente diferente, um tipo de pessoas que sei que a minha mulher não gosta muito.
    Vamos ver, dia 28 cá estarei para vos contar. :)

    ResponderEliminar
  13. Juro-te que estás a complicar e por uma única razão: tu não gostas da companhia da tua mulher. E já te disse isto mais vezes: tens que te decidir e tens que te deixar de merdas, desculpa a expressão, de crises de meia idade. Se vocês são tão diametralmente diferentes, o que raio fazem vocês juntos, principalmente qdo tu estás prontinho pra começar a ir numa direcção diferente?
    Ou vais, ou não vais! Agora não me venhas com tretas, eu tenho grandes amigos q nao têm passado nenhum em comum comigo, e há pessoas que conheço e que vêem ter comigo a pensar reviver o passado, e eh pa, isso não funciona, o tema de conversa dura 3 horas e acabou. Já me aconteceu e foi uma seca, fiquei mesmo à rasca.
    A parte da mentalidade diferente, ora bolas, tu levas a tua mulher ou levas a tua Mãe?!?! Não estás a esticar-te nos juízos de valor?
    E mais uma vez: se a tua mulher nao gosta, nao come o frete, agora ir um fds inteiro pra se sentir mal ou desconfortavel nao tem jeito nenhum. Essa cena das mulheres e dos maridos nao gostarem dos amigos dos outros pq nao têm coisas em comum com os próprios é algo que me irrita profundamente, é proprio de malta que constrói um mundo pessoal e único e acho que o par tem que fazer parte daquilo como se fosse embebido.
    Vou largar ali o meu mau feitio e depois volto pra ver como te correu no dia 28. De qq modo lembra-te: não és solteiro, vê se acordas pra vida. Beijinhos

    ResponderEliminar

]...[

A forma descontraída como partilhas comigo a tua intimidade é excitantemente desconcertante.